DECÁLOGO DO BOM ÂNIMO Por André Luiz e Chico Xavier

DECÁLOGO DO BOM ÂNIMO

Por André Luiz e Chico Xavier

 

1 – Dificuldades?

Não perca tempo lamuriando. Trabalhe.

2 – Críticas?

Nunca aborrecer-se com elas. Aproveite-as no que mostrem de útil.

3 – Incompreensões?

Não busque torná-las maiores, através de exigências e queixas. Facilite o caminho.

4 – Intrigas?

Não lhes estenda a sombra. Faça alguma luz com o óleo da caridade.

5 – Perseguições?

Jamais revidá-las. Perdoe esquecendo.

6 – Calúnias?

Nunca enfurecer-se contra as arremetidas do mal. Sirva sempre.

7 – Tristezas?

Afaste-se de qualquer disposição ao desânimo. Ore abraçando os próprios deveres.

8 – Desilusões?

Por que debitar aos outros a conta de nossos erros? Caminhe para frente, dando ao mundo e à vida o melhor ao seu alcance.

9 – Doenças?

Evite a irritação e a inconformidade. Raciocine nos benefícios que os sofrimentos do corpo passageiro trazem à alma eterna.

10 – Fracassos?

Não acredite em derrotas. Lembre-se de que, pela bênção de Deus, você está agora em seu melhor tempo – o tempo de hoje, no qual você pode sorrir e recomeçar, renovar e servir, em meio de recursos imensos.

 

(Mensagem de André Luiz, extraída do livro “Coragem”,

psicografado por Chico Xavier,

Editora CEC.)

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s